Escolha seu idioma

Os tipos de caixas de velocidades

Existem hoje vários tipos de caixas de velocidades :
A caixa de velocidades manual (BVM)
A caixa de velocidades automática (BVA)

BV_etai

A caixa de velocidades manual
A caixa de velocidades manual é ainda o tipo de caixa utilizado na maioria dos veículos europeus. Ela posiciona-se entre a embraiagem e o diferencial e é composta de engrenagens montadas sobre eixos. O condutor pode, por meio de um selector de velocidades, escolher a relação a aplicar.
Vantagens:
- A mudança de relação manual permite uma condução adaptada
- A BVM custa pouco

Inconvenientes:
- Mudança manual das relações
- Interrupção da transmissão do momento na mudança de relação

A caixa de velocidades automática
A caixa de velocidades automática pode mudar as relações de maneira autónoma e progressiva. A caixa automática é composta de um conversor de momento, de carretos epicicloidais, de embraiagens multi-discos, de um selector de relações e de uma bomba de óleo que favorece a lubrificação do mecanismo da caixa. Ela gere assim o arranque do veículo, a selecção e a passagem das relações durante a condução. Essa solução é utilizada pelos veículos de alta qualidade devido à autonomia e ao conforto que ela proporciona.
Vantagens
- Capacidade de mudar as relações sob carga
- Selecção automática das relações que melhor se adaptam

Inconvenientes
- Custo elevado
- Rendimento baixo (92% a 96%)

< Sumário

Página seguinte >